sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

APRENDA AMAR

Se você tem amor em sua vida, isso pode compensar por muitas coisas que lhe faltam; se você não o tem, não importa o que mais você tenha, isso não será suficiente. Ann Landers

A prenda amar os desafios e você crescerá muito mais forte. Aprenda amar o esforço e persistência e você vai se tornar uma pessoa muito mais competente e eficiente. Aprenda amar a dar e sua vida será muito mais abençoada. Aprenda amar ser agradecido e você irá conhecer a real e verdadeira abundância.

Aprenda amar descobrir o que você ainda não conhece e o seu conhecimento irá expandir significativamente. Aprenda amar ouvindo realmente e a sua sabedoria irá crescer substancialmente. Aprenda amar os momentos simples da vida e você se verá rodeado de preciosos tesouros diários.

Aprenda amar as coisas simples e você crescerá num mais elevado nível de consciência. Aprenda amar estar com pessoas que são diferentes de você e você ganhará novas e valiosas perspectivas. Aprenda amar alguma coisa todos os dias e os seus dias lhe trarão ricas gratificações. Aprenda amar e você saberá como realmente viver.

Nélio DaSilva

Para Meditação:
O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. I Coríntios 13:6-7

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

VIGÍLIA DE ORAÇÃO JUBALITPB

Olá jovens de todo litoral paraibano, que a graça e a paz do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo estejam em vocês.
Convidamos a todos para participarem da última vigília da JUBALIT neste ano.
Não perca a oportunidade de louvar e adorar a Deus juntos. Ao lado algumas informações necessárias.

Cremos que o Senhor está realizando um mover sobrenatural sobre a juventude paraibana, os jovens estão com fome e sede de conhecer ao Senhor; tal como Davi, nossa alma anseia a presença do Deus Vivo. Por isso, chegamos ao final deste ano, com a 9ª Vigília de Oração, onde agradecemos ao Senhor Suas ricas bênçãos derramadas sobre nós e cremos que muito mais Ele realizará em nós e por nós!

"Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;" 1 Pedro 2.8
ALELUIAS!

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

A GRANDEZA DO PODER DE DEUS

A GRANDEZA DO PODER DE DEUS

Uma pobre senhora, com visível ar de derrota estampado no rosto, entrou num armazém, se aproximou do proprietário (conhecido pelo seu jeito grosseiro), e lhe pediu fiado alguns mantimentos. Ela explicou que o seu marido estava muito doente e não podia trabalhar e que tinha sete filhos para alimentar.

O dono do armazém zombou dela e pediu que se retirasse do seu estabelecimento.
Pensando na necessidade da sua família ela implorou: "Por favor senhor, eu lhe darei o dinheiro assim que eu tiver...". Ele lhe respondeu que ela não tinha crédito e nem conta na
sua loja.

Em pé no balcão ao lado, um freguês que assistia a conversa entre os dois se aproximou do dono do armazém e lhe disse que ele deveria dar o que aquela mulher necessitava para a sua família, por sua conta. Então o comerciante falou meio relutante para a pobre mulher:

_ “Você tem uma lista de mantimentos”?

_ “Sim", respondeu ela.

_ “Muito bem, coloque a sua lista na balança e o quanto ela pesar, eu lhe darei em mantimentos!”

A pobre mulher hesitou por uns instantes e com a cabeça curvada, retirou da bolsa um pedaço de papel, escreveu alguma coisa e o depositou suavemente na balança.
Os dois ficaram admirados quando o prato da balança com o papel desceu e permaneceu embaixo.

Completamente pasmado com o marcador da balança o comerciante virou-se lentamente para o seu freguês e comentou contrariado: "Eu não posso acreditar!"

O freguês sorriu e o homem começou a colocar os mantimentos no outro prato da balança. Como a escala da balança não equilibrava, ele continuou colocando mais e mais mantimentos até não caber mais nada.

O comerciante ficou parado ali por uns instantes olhando para a balança, tentando entender o que havia acontecido...

Finalmente, ele pegou o pedaço de papel da balança e ficou espantado, pois não era uma lista de compras e sim uma oração que dizia: "Meu Senhor, o Senhor conhece as minhas necessidades e eu estou deixando isto em Suas mãos."

O homem deu as mercadorias para a pobre mulher no mais completo silêncio; ela agradeceu e deixou o armazém.

O freguês pagou a conta e disse: "Valeu cada centavo. Só Deus sabe o quanto pesa uma oração...”
Quem sabe, você não pode, neste exato momento, fazer uma oração? Sim, louvar a Deus por tudo o que Ele É, adorá-Lo por tudo o que Ele fez, faz e fará por amor a todos nós?

E lembre-se: NÃO EXISTE IMPOSSÍVEL PARA DEUS!
Fiquem com Deus...

Colaboração: ir. Luiz Paulo